Sair do Brasil e desbravar o mundo afora é um dos grandes sonhos dos brasileiros. E, cada vez mais, a Europa vem sendo requisitada como uma das preferidas para viagens de férias ou até mesmo para intercâmbio. Os motivos para tamanha procura são inúmeros, desde bagagem cultural, paisagens fantásticas e até mesmo a facilidade de entrada para os brasileiros.

Esta facilidade tem relação com o Tratado de Schengen, que é um acordo entre os países europeus sobre a abertura das fronteiras e livre circulação de pessoas. O acordo, portanto, permite a entrada de brasileiros sem o visto de turismo.

Todos os países da União Europeia, com exceção do Reino Unido e Irlanda, e três países que não fazem parte da União, como Suíça, Noruega e Islândia, fazem parte do acordo.

 

27.1 Documentos Europa

 

Documentação necessária

Independente da não necessidade do visto de turismo para a entrada na Europa, outras burocracias são fundamentais para permitir a entrada do viajante nos países.

O primeiro passo é providenciar um passaporte, que deve ser emitido na Polícia Federal. Caso já tenha, vale atentar-se se está dentro do prazo de validade, que são 10 anos após a data de emissão. É importante também verificar se o documento está há, no mínimo, seis meses da data final de validade.

O passaporte é um documento que atesta a nacionalidade do cidadão e confirma que ele pode cruzar a fronteira de um país estrangeiro. Não é possível sair do Brasil sem ele.

 

27.2 Documentos Europa

 

Entrada na Europa

No momento do desembarque na Europa, é concedida ao viajante uma autorização de circulação entre os países que fazem parte das áreas de Schengen. O tempo de permanência é de até 90 dias. Se o intuito da viagem for estudar por um tempo maior, é necessário emitir o visto de estudante.

Os países que fazem parte do tratado de Schengen são: Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estônia, Eslováquia, Eslovênia, Grécia, Hungria, Holanda, Itália, Islândia, França, Finlândia, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Além do passaporte válido e da permissão concedida pelo governo do país de desembarque, é necessário que o viajante esteja munido de outros documentos importantes para garantir que tudo saia conforme o planejado durante a entrevista na imigração. Portanto, atente-se a levar também:

  • Seguro-viagem
  • Passagem de retorno
  • Comprovante de hospedagem
  • Condição financeira de se manter durante a viagem (comprovação de extratos bancários, holerites e outros documentos).
  • Em geral, pede-se que o turista disponha, em média, de 65 euros por dia.

 

27.3 Documentos Europa

 

Reino Unido

Os brasileiros que pretendem visitar o Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales ou Irlanda do Norte) para turismo ou para cursos com duração menor de seis meses, não precisam solicitar o visto antes de sair do Brasil.

O documento é concedido durante a imigração, na chegada ao país escolhido. O visto, normalmente, tem validade de seis meses.

Para ter o visto, basta seguir levar os documentos necessários, citados acima, e quaisquer documentos que possam declarar seu vínculo com o Brasil e intenção de retornar ao país de origem, como por exemplo: documentos de casa própria, carro, propriedades, carta do empregador ou faculdade.

Outros países:

Caso o destino escolhido seja um país que não esteja na lista do Tratado, é necessário entrar em contato com o consulado e se informar a respeito das documentações necessárias para a emissão do visto e condições de entrada no país em questão.