Onde esquiar em Bariloche

Entre todos os passeios e atrações do roteiro de quem vai para Bariloche durante o inverno, esquiar geralmente está no topo da lista, já que o destino é um dos principais da América do Sul pra quem procura aprender e/ou praticar ski e snowboard.

Descubra as estações de ski de Bariloche e aos arredores da cidade! 

Cerro Catedral

Cerro Catedral é a principal estação de esqui não só de Bariloche, como da América do Sul. É a mais antiga da Argentina, faz parte do Parque Nacional Nahuel Huapi, possui mais de 120 km de extensão, mais de 50 pistas com diferentes níveis de dificuldade e está a 19 km do centro da cidade.

Cerro-Catedral-Bariloche

A estrutura da estação é completa, ótima para quem quer aprender e praticar ski e snowboard, assim como para quem só quer apreciar a neve e a paisagem exuberante das montanhas. Além do teleférico que leva os visitantes para o alto da montanha e proporciona uma vista espetacular para os lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez, para a Cordilheira dos Andes, para o monte Tronador e todos os outros ao redor, também há restaurantes, bares, lojas, tour guiado, espaço recreativo, aluguel de motos de neve, pista de esquibunda, tobogã, entre outros atrativos.

Para os que nunca esquiaram ou fizeram snowboard e precisam de uma ajudinha, é recomendável pagar por uma ou algumas aulas, seja na escolinha ou com instrutores particulares.

Quanto custa esquiar no Cerro Catedral?

As tarifas do Cerro Catedral variam de acordo com o período e com a atividade realizada. Para visitar a base da estação não se paga, mas para ir para o alto da montanha é preciso pagar pelo teleférico (bondinho ou cabine fechada), e para quem vai esquiar ou fazer snowboard é preciso pagar aluguel de equipamentos, aluguel de roupas e aulas (se necessário).

Obs.: também há o aluguel de equipamentos para esqui nórdico, trenós, raquetes de neve, capacetes, entre outros itens.

Confira os valores no site da estação: http://www.catedralaltapatagonia.com/

É possível alugar equipamentos e roupas nas lojinhas do centro de Bariloche, geralmente com preços um pouco mais baixos, entretanto, alugar no Cerro Catedral pode ser mais cômodo por não precisar carregar na ida e na volta.

Dica: se o principal objetivo da viagem é esquiar no Cerro Catedral, é interessante comprar o passe para vários dias ao invés do passe diário, assim, as tarifas saem um pouco mais baratas. Mas também considere a ideia de conhecer outras estações, mesmo sendo menores ou mais distantes.

Piedras Blancas

A estação Piedras Blancas está a aproximadamente 15 km do centro de Bariloche e é ótima para iniciantes e crianças pequenas. Além de esqui e snowboard, também oferece “esquibunda”, passeios de trenó, quadriciclos, escaladas, trilhas e uma tirolesa de mais de 1.500 metros sobre o bosque, uma das suas principais atrações.

Em Piedras Blancas também é possível fazer aulas de esqui, saborear as delícias da confeitaria no topo da montanha e apreciar a vista para os lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez.

Monte Otto – ski nórdico

O Monte Otto está a 10 km do centro de Bariloche e oferece diferentes atividades na neve, como passeios de snowmobile, motos de neve, caminhadas com raquetes e claro, o ski. Mas a diferença é que nessa estação a modalidade praticada é o ski nórdico ou de travessia, que é diferente do ski alpino (o mais comum).

A grande diferença é que no nórdico além de descer esquiando pela montanha, também há a possibilidade de caminhar, subir, passar por diferentes elevações e desfrutar de todo o terreno, isso porque o equipamento é diferente, o calcanhar da bota não é fixado ao esqui, possibilitando mais mobilidade.

Obs.: você aluga os equipamentos por lá mesmo e também tem acesso às aulas, se necessário.

Cerro Bayo – Villa La Angostura

villalaangostura

Villa La Angostura é uma pequena cidade (e cheia de charme) que está a, mais ou menos, 80 km de Bariloche. É uma ótima alternativa para quem quer esquiar em um lugar mais tranqüilo, menos turístico e com boa estrutura.

A estação Cerro Bayo fica a 14 km de distância da cidade, possui 31 pistas com 4 níveis diferentes de dificuldade, incluindo uma pista exclusiva para iniciantes.  Além de esqui e snowboard, se a intenção for apenas curtir o visual, é possível subir com o teleférico e desfrutar dos diferentes restaurantes e cafés da estação.

Outras estações pelos arredores de Buenos Aires

Além das opções acima, também indicamos o Cerro Chapelco em San Martin de Los Andes e o Cerro La Hoya na cidade de Esquel. São destinos um pouco mais distantes, o primeiro a 180 km de Bariloche e outro a 280 km, mas boas opções para quem procura esquiar em estações mais vazias, fugindo dos turistas.

Quer mais informações sobre o que fazer em Buenos Aires, melhores pontos turísticos e passeios? É só clicar aqui.