Dólar, Peso ou Real? Como levar dinheiro para Bariloche?

Está programando sua viagem para Bariloche, mas não sabe qual moeda levar ou qual é a mais vantajosa? Essa dúvida é comum, pois não é uma resposta tão óbvia já que a maior parte dos destinos da América do Sul aceita dólar, peso e real.

Grande parte – senão todos – os estabelecimentos e serviços de Bariloche aceitam as três moedas, mas para aproveitar a verba ao máximo, a recomendação é usar, principalmente, o dólar e o real.

Pela valorização do dólar e por conta das restrições de compra da moeda americana no país, essa opção se torna bem favorável aos turistas brasileiros. Principalmente se você já tiver dólares guardados. Nesse caso, a troca de dólares por pesos argentinos (se for necessário realizar o câmbio) pode ser muito boa. Além do mais, por ser uma moeda forte, caso sobre alguns dólares e você tenha que trocar de volta por reais ao retornar de viagem, não te causará prejuízo.

Já a vantagem do real, é que não há perda de dinheiro durante as transações de câmbio, pois em toda troca há perda, mesmo que pequena. O real é bem aceito na cidade e há facilidade para trocá-lo, caso precise.

A dica é ter as duas moedas (dólar e real) em mãos e ir usando da maneira que for mais conveniente no momento, pois as cotações variam de lugar para lugar. É sempre bom ter versatilidade e poder de escolha.

Mas você deve estar se perguntando: e o peso argentino? Não é necessário levar? Necessário não é, mas é interessante em algumas situações, como na hora de pagar pelo serviço de taxi ou remis, porque se você for pagar em dólar, por exemplo, pode ser pego por um câmbio desfavorável definido pelo motorista. Nesse caso, ter o peso é uma boa opção.

Fazer o câmbio no Brasil ou na Argentina?

Se você quiser levar uma quantia em pesos e tiver a oportunidade de fazer a troca na Argentina, prefira. Como o peso argentino não é uma moeda forte, é muito difícil que a cotação no Brasil seja mais favorável do que lá. Mas não custa dar uma conferida antes da viagem para se certificar.

Caso seu voo faça escala em Buenos Aires, aproveite para fazer o câmbio no aeroporto, é bem provável que esteja melhor do que o câmbio em Bariloche.

Câmbio em Bariloche

Você vai encontrar algumas casas de câmbio oficiais e algumas lojinhas e estabelecimentos que trocam dinheiro. Cuidado! O mercado paralelo em Bariloche pode parecer uma boa opção pelo valor do câmbio oferecido, mas é uma operação arriscada. Por não ser oficial, não garante recibo e você pode dar o azar de ser enganado com notas falsas.

Atenção: o risco de pegar notas falsas não se restringe ao câmbio, fique atento ao receber troco. Todas as notas verdadeiras têm as mesmas medidas, são feitas de um papel com relevo bem fininho e tem uma marca d’água quando colocada contra a luz.