3 erros que uma pessoa comete planejando sua viagem

Depois de algumas experiências você entende que até para os imediatistas e desorganizados, não tem outro jeito: para uma viagem sair como o esperado e para evitar certos contratempos, é preciso planejá-la com atenção. Alguns deslizes e erros de cálculo são comuns, porque viajar também é aprendizado, mas para facilitar essa etapa, destacamos três erros que uma pessoa comete planejando sua viagem e algumas dicas para você evitá-los!

  1. Descuido com a documentação

Passaporte_Mercosul

O descuido com a documentação é um erro é “fatal” e pode fazer com que a sua viagem termine sem nem ao menos começar, principalmente se o destino for internacional. A documentação necessária para entrar em um país deve ser sua primeira preocupação, portanto, siga o passo a passo.

– Você ainda não tem passaporte? Faça o requerimento no site da Polícia Federal.

– Você tem passaporte? Confira a data de vencimento. Mesmo que ainda esteja válido, muitos países exigem passaporte com validade mínima de 3 meses ou até mesmo 6 meses, portanto, pesquise à respeito das exigências do destino, faça as contas e veja se até a data da viagem você ainda estará com o documento em dia.  Se for necessário solicitar um novo passaporte, faça com antecedência, porque o prazo para emissão é de, no mínimo, 45 dias.

– É preciso ter visto para entrar em solo estrangeiro? Já com a questão do passaporte resolvida (ou ao menos encaminhada), acesse o site do consulado do país e siga as regras para dar entrada no visto. Geralmente incluem taxas, preenchimento de formulários, apresentação de documentos e entrevistas. Certifique-se de estar realizando tudo conforme o solicitado.

– Confira a necessidade de ter o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). Alguns países exigem que os viajantes tomem determinadas vacinas e apresentem o certificado, até mesmo no caso de conexões. Portanto, esteja atento a esse detalhe.

– Contratar seguro viagem é necessário? Em qualquer situação, sendo exigido ou não, é sempre bom ter cautela e estar pronto para alguns imprevistos. O seguro cobre atendimentos médicos, acidentes, extravio de bagagem, cancelamento de voos, remarcação de passagens, assistência jurídica, entre outros. Mas dependendo do destino, não é uma questão de escolha, é uma exigência para entrar no país, por isso, confira com antecedência.

– Em viagens nacionais, você pode embarcar com RG, CNH e passaporte (ou com a cópia autenticada de algum desses documentos de identificação civil). No caso de viagens com menores de idade, certifique-se de todos os documentos necessários no site da Anac.

  1. Reservar voos com tempo curto entre conexões

comochegaremgramadosaindodeimperatriz

A empolgação na hora de comprar as passagens pode tirar a sua atenção de alguns detalhes. Às vezes é realmente difícil conciliar o preço, o destino e os horários do jeitinho que você quer, mas esteja atento principalmente ao tempo entre os voos de conexão. Isso porque o seu primeiro voo pode atrasar, você terá que se deslocar em um aeroporto desconhecido, a distância entre os terminais e portões pode ser longa, sem contar com as filas nos controles de segurança. Ou seja, não ache que meia hora ou uma hora é tempo suficiente para mudar de avião.

  • O intervalo mínimo entre um voo e outro deve ser de uma hora e meia a duas horas. Dessa forma você não precisa se desesperar e ainda dá tempo de tomar um cafezinho.

Outro erro parecido que pode atrapalhar o planejamento da sua viagem é reservar muitos trechos de uma mesma viagem com diferentes companhias aéreas na intenção de economizar. O barato pode sair caro! Se houverem atrasos ou cancelamentos, as companhias aéreas não se responsabilizam pelos “erros” das outras, portanto, você pode perder alguns trechos até chegar ao destino final. Sem contar que uma viagem com muitas paradas é muito mais cansativa. Pondere as suas escolhas.

  1. Sobrecarregar o roteiro

É difícil fazer tudo que a gente quer em apenas alguns dias, mas vamos com calma. Antes de encher a agenda e definir a programação somente com base nos pontos turísticos tradicionais ou em roteiros prontos, pesquise tudo sobre o destino, veja as possibilidades e dê prioridade para o que é mais interessante para você. Cada pessoa curte um estilo de viagem, mas uma coisa é comum a todos: viajar não deve ser uma maratona, não queira fazer tudo correndo apenas para riscar da lista.

Às vezes durante o planejamento você já comprou tantos bilhetes de atrações e já incluiu tantas cidades, países ou passeios em um curto período de tempo, que no meio da viagem você já está cansado, mas tem que cumprir a programação, porque já está tudo comprado.

Por isso, não sobrecarregue seu itinerário, aumente a pausa entre um programa e outro, seja mais flexível e tenha tempo para aproveitar tudo com calma, afinal,  você está de férias!

 

02 Banner Orçamento Personalizado (1)