8 dicas para viajar com crianças

Antes de escolher o destino e planejar uma viagem, os pais já pensam logo nos filhos, principalmente quando são pequenos. Qual é o melhor lugar para que toda a família aproveite? Vai dar muito trabalho? É acessível? As crianças vão se comportar durante o vôo? Dá para “turistar” com as crianças? E o conforto? Diferentes questões causam insegurança. Mas uma coisa é certa: o destino ideal para os seus filhos é aquele que você quer ir. Se você gosta de viajar, faça com que isso seja sempre um momento especial para a família, mesmo com algumas adaptações. Listamos 8 dicas para viajar com crianças e facilitar a vida dos pais:

  1. Faça malas pequenas e práticas

como-arrumar-mala-de-viagem-e-necessaire

A vida com crianças automaticamente já implica em carregar muitos itens, principalmente se houver um bebê na família, então é necessário usar o bom senso e ser racional. O que realmente é necessário? Quantas peças de roupa são utilizadas em um dia? Faça as contas, não leve nada em excesso e sempre considere a possibilidade de repetir peças. Quanto aos itens maiores, como carrinho e brinquedos, leve somente o que for útil e que vá, de fato, facilitar a locomoção.

  1. Não tenha pressa

O ritmo de viagem com crianças é completamente diferente. Algum trajeto que você faria em 30 minutos, pode levar o dobro de tempo quando se está com os filhos. Portanto, para não ficar correndo, se programe com antecedência para chegar a tempo a aeroportos, rodoviárias, estações de trem e até mesmo a passeios com horário marcado. Assim não é preciso ficar apressando a todos, nem se estressando com os atrasos. Crianças não entendem o conceito de pontualidade e sempre é possível haver algum imprevisto pelo caminho.

  1. Faça um roteiro com menos programações por dia

dicasparaviajarcomcrianças

Viajar com crianças não te impede de conhecer os lugares que você conheceria se tivesse sem elas, só é preciso adaptar o roteiro e colocar programações mais espaçadas. Criança leva mais tempo para comer, cansa com mais facilidade, às vezes precisa de mais pausas… Sendo assim, não deixe de incluir esses locais no seu roteiro, apenas não coloque tantas atividades no mesmo dia. Dessa maneira todos aproveitam com calma e tranqüilidade.

    4. Viagens de avião: faça escolhas inteligentes e descubra maneiras de driblar a agitação

  • Se o destino for internacional, evite muitas escalas e, quando houver, escolha os vôos que possuem menor espaço de tempo entre si. Já é cansativo para os adultos, imagine para as crianças.
  • Dê preferência aos voos noturnos, pois é mais uma chance da criança manter o seu ritmo habitual de sono. Quanto menos tempo acordado, melhor.
  • Escolha assentos estratégicos. Os da primeira fila, dependendo da aeronave, podem ser mais espaçosos, além de estar mais próximo do banheiro e da equipe de serviço de bordo. Mas é possível que na primeira fila o encosto do braço não seja móvel, o que pode dificultar no caso de crianças maiores que queiram deitar no colo, por exemplo. Quanto à janela e corredor, prefira sempre o corredor.
  • Faça com que as crianças gastem muita energia antes de entrar no avião, assim evita a agitação em excesso durante o vôo.
  • Leve todos ao banheiro e troque as fraldas antes do vôo, mesmo que digam que não estão com vontade. Bexiga cheia na hora da decolagem não é uma boa idéia.
  • Coloque apenas roupas confortáveis nas crianças para evitar qualquer incômodo, já basta o desconforto das poltronas.
  • Para distrair as crianças durante o vôo, caso não tenha televisão no avião, leve um tablet ou celular para que possam assistir desenhos, vídeos, jogar, etc.
  • Leve um lanchinho extra na bolsa, pode ser necessário dar uma beliscada entre as refeições oferecidas no vôo.
  • Em caso de vôos longos, é interessante levar uma manta e uma muda de roupa por precaução.
  • Tenha sempre um chiclete ou uma bala para oferecer às crianças durante a decolagem e a aterrissagem, elas tendem a sentir mais pressão nos ouvidos. Em caso de bebês, é recomendado amamentar durante esses períodos.
  • Se houver choros e crises, tente manter a calma e entenda que é normal em qualquer família, não é possível ter 100% do controle. Peça desculpas aos passageiros que estiverem por perto, mas não ligue para os olhares “tortos”.
  1. Viagens de carro: faça mais paradas e seja prevenido

dicas-para-viajar-de-carro-com-criancas

Viagens mais curtas são mais fáceis de lidar, mas as mais longas exigem um pouco mais de jogo de cintura. Por isso, sempre que achar necessário dar uma paradinha para quebrar o tédio das crianças, faça. Estique as pernas, distraia, vá ao banheiro, dê alguma coisa para comerem e volte para a estrada

  • Prefira viajar nos horários que você sabe que seus filhos costumam tirar um cochilo, para algumas crianças o balanço do carro é irresistível para um soninho, então aproveite.
  • Leve lanchinhos, água, suco, pois nem sempre é possível parar na hora da fome ou da sede. Tenha também uma toalha à mão para o caso de vômitos.
  • Leve um tablet ou DVD portátil, de preferência preso por um suporte, assim é mais fácil que todos consigam assistir a um filme ou desenho.
  • Faça brincadeiras com palavras, adivinhações, conte histórias, ouça música, tudo o que for possível para distrair e o tempo passar mais rápido.
  1. Programas para todos

É comum que os pais busquem mais atrações pensando nos filhos, mas a viagem deve ser legal para todos. Cada um deve ter o seu momento. Reserve períodos para fazer coisas que você goste, mesmo que aparentemente não tenha tanta graça para as crianças – a maioria delas se diverte com pouco e gostam de novidade, então relaxe – e reserve programações que sejam interessantes para elas também. Tem que haver equilíbrio.

  1. Leve sempre água e lanchinhos na bolsa durante os passeios

As crianças estão começando a reclamar de fome, sede ou estão cansadas durante algum passeio? É sempre bom estar prevenido com lanchinhos práticos e água dentro da bolsa. Pare, arrume um lugar para descansar e reponha as energias.

  1. Fique tranqüilo, imprevistos acontecem!

Em qualquer viagem pode haver imprevistos, seja com crianças ou não. Pode dar problema no vôo, no hotel, no carro, pode chover, alguém pode ficar doente. Acontece! Mantenha a calma, o bom humor e não deixe que as crianças retenham seu nervosismo ou ansiedade. No fim, vai dar tudo certo.

Viajar com crianças pode ser muito melhor do que você imagina!