Cada lugar tem uma cultura e características próprias, por isso, ao programar uma viagem, é sempre interessante se atentar para essas particularidades. Separamos 10 dicas úteis de Jericoacoara para que você não seja pego de surpresa e possa aproveitar o destino da melhor maneira possível.

  • A vila não tem agências bancárias e possui poucos caixas eletrônicos, que podem não estar funcionando. A maioria dos estabelecimentos já aceita cartão, mas se previna e leve uma quantia em dinheiro, além de ser uma boa forma de conseguir descontos.

 

  • Não feche passeios com muita antecedência, porque estando lá é muito mais fácil negociar os valores e combinar os trajetos com o guia.

 

  • Dependendo da operadora, o sinal de celular é fraco ou até inexistente, mas na maioria das pousadas e hotéis têm Wi-Fi.

 

  • Não escolha sua hospedagem pensando na localização, em Jeri tudo é perto, no fim, o que vale é realmente a qualidade e o preço.

 

  • Procure conferir a reputação e a confiabilidade das empresas que oferecem o serviço de transer de Fortaleza para Jericoacoara.

 

  • Caso já tenha feito o passeio de buggy para as lagoas e queira voltar outro dia gastando menos, vá de jardineira. Elas fazem o trajeto em vários horários durante o dia, tanto para ir como para voltar.

 

  • Não exagere na quantidade de sapatos ao fazer a mala, como a vila é toda de areia, o máximo que você vai conseguir usar são os chinelos.

 

  • Como a ida de Fortaleza para Jeri é longa, principalmente de ônibus, leve lanche e água, pois só há uma parada.

 

  • Os meses de chuva em Jeri são março, abril e maio. Portanto, se o desejo for por dias de sol, evite esse período.

 

  • Para fazer passeios a cavalo, vá aos pontos de aluguel que ficam concentrados na praia e na entrada da cidade. Você pode fazer o passeio sozinho ou em grupo, com ou sem guia, e o valor varia de acordo com o tempo.