Vamos combinar que comer é uma das melhores coisas da vida, principalmente quando viajamos, concorda? Não é à toa que muitos montam um roteiro mais gastronômico do que propriamente turístico. Nada como conhecer mais da cultura local através de pratos típicos e ser bem recebido em ambientes agradáveis. Mas entre a expectativa e a realidade existem algumas decepções no caminho.

A culinária argentina é conhecida internacionalmente, e a capital ganhou destaque pela quantidade de restaurantes que estão na lista dos melhores da América Latina. A variedade vai desde os pratos tradicionais, como as famosas empanadas, milanesas, parrilla, choripan, medialunas, doce de leite, alfajor, até os pratos franceses, italianos, japoneses, entre outros.

Se você é um viajante de plantão que tem receio de ir à restaurantes que são muito conhecidos por turistas por já ter tido péssimas experiências, fique tranquilo! Fizemos uma lista de sugestões bem democrática, pesquisada com base em diferentes opiniões, incluindo as dos próprios portenhos. Anote as dicas e já inclua no roteiro!

Café da manhã, Brunch e Lanches

Cocu Boulangerie: um pedaço da França em Buenos Aires, uma ótima pedida para os desayunos e lanchinhos à tarde. Variedade de pães, entre eles o croissant e o pain au chocolat são os mais pedidos, tostadas, saladas, sanduíches e doces. O ambiente é rústico e agradável (Malabia 1510, Palermo SoHo).

Le Blé: pães artesanais, panquecas, iogurte natural, frutas frescas, o famoso pão fatiado na chapa com doce de leite, tostadas belgas, saladas, quiches e tudo com uma pegada mais gourmet. Ambiente aconchegante e bem decorado (Existem mais de 10 unidades espalhadas pela cidade, procure a mais próxima de você através do site Le Blé).

Café Tortoni: uma das maiores dúvidas sobre o roteiro em Buenos Aires é se realmente vale a pena ir ao Café Tortoni. Digamos que a experiência é mais turística do que gastronômica, é um local clássico da capital. O ambiente ainda conserva a construção e decoração do século 19 e é muito conhecido pelos shows de tango. Quanto ao cardápio, a melhor pedida são os churros com doce de leite e o chocolate quente. Se a ida até lá estiver no roteiro, tente fazer uma reserva prévia porque as filas são sempre recorrentes (Avenida de Mayo 825 9, região central).

cafe-totoni-801x563

La Mansión: o restaurante faz parte do luxuoso Hotel Four Seasons e aos domingos oferece uma experiência única de brunch. O ambiente por si só já é um bom motivo para ir até lá, mas a variedade e qualidade da comida é o destaque. O valor é fixo e você come à vontade. As sessões são divididas por frios, pães, verrines, comida japonesa, frutos do mar, carne, massas, saladas, doces, tortas, bebidas e, para completar, o valor também inclui os vinhos (Posadas 1.086/88, Recoleta).

As famosas carnes argentinas

conversasdesaborbuenosaire_argentina_lacabrera-1

La Cabrera: uma das parrillas mais conhecidas e frequentadas de Buenos Aires, e faz jus a todo sucesso. Se você quer conhecer a tradicional carne argentina, não deixe de ir. São muitas opções de corte, servidas generosamente e com uma infinidade de acompanhamentos. O ambiente é a junção da tradição com a modernidade (Atualmente existem 3 unidades em Palermo e 1 em Villa Crespo, acesse o site para ver os endereços).

El Nacional: sabe aqueles lugares frequentados só por locais, longe da muvuca de turista? Esse é o El Nacional. Comida saborosa, com destaque para a carne. Porções bem servidas e preço justo (Bolivar 220, Recoleta).

Don Julio: está presente na lista de vários turistas que se surpreenderam positivamente. A qualidade dos pratos vai desde o pãozinho de entrada até a sobremesa. Mas as carnes e as empanadas são o carro-chefe (Guatemala 4691, Palermo).

Parrilla Peña: segue a linha dos restaurantes frequentados pelos portenhos, ambiente simples, familiar, tradicional, com carnes de primeira e um famoso chimichurri (Rodriguez Peña 682, Centro).

Las Cabras: é o “queridinho” de todos, o BBB (bom, bonito e barato). O cardápio tem vários pratos típicos da Argentina, incluindo empanadas, parrillas e mojo de locro. Tudo com aquele toque inconfundível de sabor caseiro. O ambiente é agradável e o preço é justo (Fitz Roy 1795, Palermo Hollywood).

Miranda: é opção para quem procura um espaço mais descontraído, moderno e jovem, mas sem deixar de lado a qualidade de uma autêntica parrilla argentina. Há uma grande variedade de pratos e todos muito bem servidos (Costa Rica 5602, Palermo Hollywood).

Happening: o restaurante tem um excelente cardápio portenho, incluindo frios e embutidos de entrada, e um famoso bife de chorizo com fritas (Calle Alicia Moreau de Justo 310, Puerto Madero).

Milanesas

milanesa_buenosaires

Albamonte: é aquele típico restaurante de bairro, simples, com culinária à moda antiga. As especialidades são os pratos portenhos, e entre eles, as notáveis milanesas (Avenida Corrientes 6735, Chacarita).

El Preferido de Palermo: uma mistura de armazém com boteco. Ambiente simpático, com comida tradicional. Milanesa com fritas é sempre uma boa pedida por lá (Jorge Luis Borges 2108, Palermo).

Choripan

Choripan é o nosso queridinho pão com linguiça, mas na argentina, além da linguiça, na maioria das vezes também é acompanhado pelo chimichurri, um tipo de molho. Em Buenos Aires choripan é comida de rua, você encontra em toda esquina, mas buscamos saber quais realmente vale a pena conhecer.

El Puesto del Tío: é uma barraca de rua (mas tem mesas e cadeiras) muito frequentada pelos moradores, mantém a qualidade do choripan há anos. Tradicional e no topo do ranking (Av. Dorrego 3000 e Av. Figueroa Alcorta, Palermo).

La Glorieta de Quique: segue a linha de comida típica argentina, com vasta variedade de pratos, mas é muito conhecido por seu inconfundível choripan. O estabelecimento fica perto do estádio La Bombonera, em La Boca (Brandsen 810, La Boca).

Chori: nesse restaurante a proposta já não é mais o tradicional, é o choripan gourmet, reformulado de maneira criativa. Tem diferentes tipos de linguiça e de acompanhamentos. Decoração moderna e ambiente agradável (Thames 1653, Chacarita).

Empanadas

cozinha-argentina-pratos-típicos

Praticamente em todos os restaurantes e lanchonetes de Buenos Aires as empanadas fazem parte do cardápio e é difícil serem ruins. Mas para garantir que você tenha uma boa experiência, selecionamos três opções relevantes na categoria.

El Sanjuanino: há mais de 40 anos no comércio local com empanadas tradicionalíssimas. Está na lista das melhores da capital. O ambiente é pequeno, rústico e agradável (Posadas 1515, Recoleta).

La Continental: é uma rede de pizzaria, que também serve empanadas, com muitas filiais pela cidade, mas nem por isso perde a qualidade. Com certeza você vai encontrar uma pelo caminho.

La Americana: uma tradicional pizzaria, mas que também é conhecida como a “rainha das empanadas”. O sabor carne picante é um dos mais procurados (Av. Callao 83, Congresso).

Cozinha italiana

Cucina Paradiso: visualmente o ambiente é uma mistura de armazém com restaurante, é singelo, mas bem acolhedor. Está entre os melhores de comida italiana ao redor do mundo. Prezam muito pela qualidade dos pratos e o preço é honesto (Castañeda 1873, Belgrano | Arevalo 1538, Palermo).

Frutos do mar

Laurak Bat: não é o restaurante mais bonito e descolado que você vai encontrar, mas é bom na sua especialidade: frutos do mar. Os principais pratos são a paella e a cazuella (Av. Belgrano 1144, Montserrat).

Que tal uma experiência gastronômica diferente?

iLatina: é a junção da cozinha colombiana, caribenha e de outros locais da América Latina. O jantar é dividido em sete etapas (isso mesmo!), e os pratos tem uma pegada mais exótica e contemporânea. O cardápio é alterado em determinados períodos do ano, e o restaurante funciona a portas fechadas. É necessário reservar com antecedência, e somente nesse momento o endereço é revelado.

Olsen: a definição seria “cool”, tanto pelo o ambiente, decoração, o estilo das pessoas que frequentam, quanto pela proposta de comidas nórdicas. O cardápio muda de acordo com as estações, os pratos seguem uma linha contrária do tradicional e o restaurante também é conhecido pela degustação de vodkas da casa (Gorriti 5870, CABA).

Agora chegou a hora mais doce… as pâtisseries de Buenos Aires

Smeterling: a opinião sobre os doces da casa é praticamente unânime, uma experiência única e marcante. Local pequeno, mas recheado de opções. Sabor intenso e doces impecáveis. Não deixe de experimentar a torta que leva o nome da confeitaria (Uruguai 1308, Recoleta).

Florencio Bistro & Patisserie: o lugar é bem pequeno, escondidinho em uma viela, tem pouquíssimas mesas, mas esse fator não é equivalente à enorme variedade de delícias que ficam dispostas no balcão. Segue a linha de doces caseiros e ambiente acolhedor (Francisco de Vittoria 2363, Recoleta).

Nossa lista é apenas para te dar algumas ideias e auxiliar nas escolhas, mas desbrave o máximo que puder as experiências gastronômicas que Buenos Aires oferece. Aproveite todas as delícias!