Mar, lagoa, mangue, dunas… O que não falta em Jeri é beleza natural. A vila em si, onde ficam as pousadas, hotéis e comércios, é concentrada em um só lugar, tudo é pertinho e fica à beira da praia principal, a de Jericoacoara. Logo ao lado, está a famosa Duna do Pôr do Sol, com cerca de 30 m de altura (já foi maior, mas o vento a cada ano desloca mais a areia e, consequentemente, a duna diminui), ou seja, também é bem próxima do centro e de fácil acesso. Sendo assim, não vamos colocá-la na lista de passeios, pois passar o fim de tarde apreciando o pôr do sol por ali já faz parte da “rotina turística”, não precisa de programação.

No entanto, existem alguns pontos turísticos mais distantes, que se dividem entre o lado Leste e Oeste, que merecem toda a sua atenção. E, caso você não saiba, Jericoacoara está dentro de um Parque Nacional de dunas, ou seja, para chegar a qualquer lugar é necessário passar por dunas ou pela praia, por essa razão, o transporte mais utilizado é o buggy, o quadriciclo ou a jardineira (apenas em alguns trajetos). O bom do passeio de buggy é que, combinando o roteiro com o motorista, é possível conhecer vários lugares no mesmo dia.

O que não faltam são opções de empresas e guias turísticos oferecendo passeios. O valor do buggy pode variar de 120,00 a 200,00 para duas pessoas, quando é compartilhado (máximo quatro passageiros). Se for privativo, sai um pouco mais caro. Já o aluguel do quadriciclo, vai de 180,00 a 220,00 para duas pessoas (em torno de 6h de passeio), com uma delas pilotando (vai um guia de moto acompanhando).

Jericoacoara: Lado Leste

Lagoa do Paraíso

Você já deve ter visto aquele famoso cartão postal de Jericoacoara: as redes coloridas dentro de uma água em tons de azul e verde. O que muitos não sabem, é que essa água cristalina não é do mar, são lagoas de água doce, e morna, formadas por chuvas.

A Lagoa do Paraíso fica a 30 minutos da vila, com um caminho repleto de dunas, é a mais frequentada devido à beleza, tranquilidade e qualidade dos serviços. O lugar mais desejado pelos turistas é o beach club Alchymist, que oferece uma ótima estrutura, com barracas, espreguiçadeiras, restaurante, banheiros, cardápio variado e claro, redes dentro da lagoa, logo em frente. Não cobram pela permanência e uso do local, apenas pelo consumo.

Dica: se não quiser ir de buggy para a lagoa, a opção mais barata é ir de jardineira (pau de arara). Durante todo o dia elas vão e voltam para o centro em diferentes horários. O valor é de 15,00 a 20,00 por pessoa (o trecho).

Lagoa Azul

A Lagoa Azul é bem menor e mais rústica do que a do Paraíso, tem alguns quiosques, barracas e, claro, as redes. Dependendo da época a lagoa fica praticamente seca, mas, de qualquer forma, vale a visita.

Pedra Furada

Anderps_067

Outro clique famoso de Jericoacoara: o sol se pondo dentro do “furo” da pedra. Porém, esse encontro só acontece em um curto período do ano, já que depende da posição do sol. Mas, independentemente disso, é um lugar lindo para visitar a qualquer horário. O trajeto pode ser feito a pé (é uma longa, e ótima, caminhada), a cavalo (ou charrete) e de buggy, que vai só até certo ponto, depois é necessário andar cerca de mais 15 minutos para chegar, de fato, na pedra.

Árvore da Preguiça

A Árvore da Preguiça nada mais é do que uma árvore com o tronco caído, onde as raízes se juntam com o caule, algo bem singular em um lindo cenário desértico. É uma visita rápida, normalmente os motoristas param lá durante algum trajeto.

Praia do Preá

A praia do Preá é conhecida como a “praia oficial do windsurf e do kitesurf”, devido ao vento constante durante todo o ano, mas, ainda mais forte entre julho e dezembro. É uma praia mais afastada, de grande extensão e com alguns quiosques e restaurantes à beira mar.

Jericoacoara: Lado Oeste

Os passeios para o lado Oeste costumam não variar muito na ordem, começam pelo Mangue Seco, depois passam pela travessia do Rio Guriú, pela Duna do Funil, até chegar à Lagoa de Tatajuba.

Mangue Seco

O mangue fica cerca de 5km da vila e é um dos lugares mais peculiares do passeio, com um visual exótico, diferente de tudo que você já viu, são raízes e galhos secos por todos os lados. As queridinhas redes coloridas também estão por lá, além de balanços e até uma barraquinha de água de coco.

Ainda no mangue, você pode optar por um rápido passeio pelo Rio Camboa, para conhecer a reserva de cavalos marinhos (valor cobrado à parte). Depois, passando por alguns braços de mar paradisíacos, o passeio segue até a travessia do Rio Guriú, onde o buggy atravessa dentro de uma balsa até o outro lado, rumo às dunas que levam à Tatajuba.

Duna do Funil

Além de toda a beleza da imensidão de dunas, esse é o passeio mais radical. Os bugueiros, já experientes, sobem e descem as dunas fazendo manobras até chegar ao topo da Duna do Funil. Lá em cima, você pode alugar um skibunda e deslizar até a base da duna.

Lagoa de Tatajuba

Também chamada de Lagoa da Torta, tem grande extensão, mas a água e a areia são mais escuras do que nas lagoas do lado Leste. Existem alguns quiosques que servem refeições, barracas e redes, porém, são muito simples, não espere a mesma estrutura da Lagoa do Paraíso.

Uma opção pouco conhecida: Praia da Malhada

Ao lado direito da praia de Jericoacoara, onde ficam as piscinas naturais durante a maré baixa, lado contrário da Duna do Pôr do Sol, existe a Praia da Malhada. O acesso não é tão fácil, mas a vista vale a pena. Depois de atravessar as piscinas, é necessário fazer uma pequena trilha por cima do morro até chegar à praia. Da Praia da Malhada também é possível pegar uma trilha até a Pedra Furada.

Windsurf e kitesurf em Jericoacoara

Além do turismo, Jericoacoara também é um dos destinos mais procurados para a prática de windsurf e kitesurf, pelo constante vento e condições favoráveis à prática. Há opções de escolinhas e pontos de aluguel de equipamentos tanto na praia de Jericoacoara, quanto na do Preá. Selecionamos alguns lugares caso você tenha interesse em aprender ou praticar: Rancho do Kite, Club Ventos, Etik Kite School, Info Kite School, Aloha Kite School, Kite Surf Club.

Passeios a cavalo em Jericoacoara

Em Jeri, é comum fazer passeios a cavalo, principalmente pela Duna do Pôr do Sol e para a Pedra Furada. Você pode andar sozinho ou em grupo, com ou sem guia. O valor varia de acordo com o tempo, e não é necessário reservar com antecedência, facilmente você encontra os pontos de aluguel na praia.