Maragogi fica no litoral norte de Alagoas, faz parte da Costa dos Corais e merece uma atenção especial pela beleza exuberante de suas praias com mar cristalino, recifes, coqueirais, areia fina e, claro, as famosas piscinas naturais que ficam a alguns quilômetros da costa, repletas de peixes e corais. É um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil, e está a – mais ou menos – 130 km tanto de Maceió, quanto de Recife, no meio entre as duas capitais. Selecionamos algumas informações e orientações úteis caso você queira planejar uma viagem para o famoso “caribe brasileiro”.

Como chegar a Maragogi

Como já dito acima, a cidade fica entre o estado de Alagoas e Pernambuco, praticamente com a mesma distância entre os dois, mas o aeroporto de Recife ainda está um pouco mais próximo, a 123 km de Maragogi, enquanto o de Maceió está a 139 km. Então, vai da sua preferência em qual aeroporto chegar.

Partindo de Maceió, caso esteja de carro, existem dois caminhos que iniciam pela AL-101. O primeiro, se desloca para outras estradas e é um pouco mais rápido, e o segundo, apesar de um pouco mais distante, vai pela Rota Ecológica, beirando o litoral e passando por belos cenários: praias, rios e coqueirais. Partindo de Recife, o melhor caminho é pela BR-101, entrando na estrada PE-060 até cruzar a divisa dos estados e chegar à AL-101.

Mas caso não vá de carro, o que não faltam são opções de transfers saindo das duas capitais em diferentes horários, além dos ônibus. Facilmente você chegará à Maragogi.

Quando ir para Maragogi

Em relação à temperatura, Maragogi é quente o ano todo, mas como tem constantes ventos, o clima se torna mais ameno. Entretanto, mesmo no calor, é bom escolher sempre as épocas mais secas, para poder conhecer e aproveitar o mar em sua melhor forma.

Evite viajar entre abril e agosto, pode ser que além de pegar chuva, a água do mar não esteja tão cristalina. Os meses de verão são ótimos, mas caso possa viajar em períodos fora da alta temporada, opte por ir entre setembro e dezembro.

Antes de definir a data da viagem, pesquise sobre as marés, pois o mar fica ainda mais espetacular nas semanas de maré baixa, que ocorrem durante a lua cheia e a lua nova.

Onde ficar em Maragogi

A cidade em si, é simples e pouco estruturada se comparada a outros centros turísticos do mesmo tipo e porte. Há muitas opções de hospedagem, para todos os bolsos, mas vá somente para aproveitar as praias e as piscinas naturais, não espere muito do comércio local. Mas caso você escolha um hotel ou resort mais cotado, na modalidade all incluvise, com certeza não sentirá falta de nada, pois oferecem uma estadia completa e qualificada. As pousadas e hotéis ficam distribuídos por diferentes praias, dessa forma, se atente para a localização, pois nem todos são pertos do centrinho.

Passeios em Maragogi

Maragogi tem uma extensão de 22 km de praias, cada uma com sua particularidade, mas todas – menos a do centro – são muito bonitas, principalmente as que ficam mais ao norte. Entre as mais paradisíacas estão a praia do Antunes, Xaréu e Barra Grande. A forma mais completa e agradável de conhecê-las é de buggy, vale a pena fechar um tour pela região.

Além das praias, os principais passeios são pelas piscinas naturais que fazem parte da Área de Preservação Ambiental Costa dos Corais e, atualmente, existem três delas abertas para visitação: Galés, Taocas e Barra Grande. A travessia é rápida, feita de catamarã ou lancha, e os passeios duram cerca de 2h a 3h, sendo possível alugar máscaras com snorkel ou até mesmo fazer mergulho com cilindro. As idas até às piscinas naturais só são realizadas quando a maré está favorável, e é necessário reservar com antecedência, porque há um número restrito de visitantes por dia.

Se tiver tempo de conhecer os arredores de Maragogi, explore outras cidades que também possuem belas paisagens como Porto das Pedras, Japaratinga e São Miguel dos Milagres.